• Butatan também faz Química

    A atuação da Química no Instituto Butatan foi tema de live no 60º Congresso Brasileiro de Química (CBQ).

A atuação da Química no Instituto Butatan foi tema de live no 60º Congresso Brasileiro de Química (CBQ). Para falar sobre o tema foi convidada a Química Industrial, Pesquisadora Científica e gerente executiva do Centro de Excelência para a Descoberta de Alvos e Moléculas do (CENTD) do Instituto Butatan, Isabel de Fátima Correia Batista.

Isabel fez uma apresentação do trabalho desenvolvido pelo Instituto, lembrando, inclusive, químicos importantes que já passaram pela entidade, como Karl Slotta, químico polonês que morava na Alemanha e que veio para o Brasil fugindo da perseguição nazista. Ao narrar a história do profissional, que trabalhou na instituição entre 1935 e 1938, ela pontuou um feito marcante e revolucionário, a descoberta da progesterona, que possibilitou o desenvolvimento dos anticoncepcionais. Outros famosos que já passaram por lá foram Armando Rodrigues Taborda e Laura Comette Taborda, casal pioneiro na caracterização de compostos de venenos.

A carreira de um pesquisador na Instituição foi outro ponto discutido pela gerente, que explicou o funcionamento do trabalho de inovação realizado pelo CENTD, um centro de excelência, que tem como objetivo identificar alvos moleculares e vias de sinalização envolvidas em doenças de base inflamatória. “Para tanto, venenos e secreções animais são utilizados como ferramentas de estudo para a avaliação dos alvos terapêuticos, e também para o desenvolvimento de novos fármacos”, ressaltou.

Ela também falou sobre a Difusão Científica, uma forma de popularizar a ciência por meio de publicações em revistas científicas, cursos, seminários, palestras, workshops e ações voltadas para a sociedade, utilizando as redes sociais e exposições interativas para dar publicidade e levar o conteúdo ao público-alvo. Estevão Freire, por sua vez, ressaltou a importância destas ações. “Os cientistas não podem ficar “acastelados”, é necessário dialogar para popularizar o trabalho fundamental que é feito para a população”.

http://cfq.org.br/noticia/butatan-tambem-faz-quimica/